Antonio Guimarães 

Antonio Guimarães de Oliveira nasceu no povoado Lago Limpo, município de Lago Verde, Estado do Maranhão. Professor da Rede Pública Estadual, lecionando História, Filosofia e Ética. É especialista em Educação Ambiental pela Fundação Getúlio Vargas.

Através da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Vereadores de São Luís, uma das Casas Legislativas mais antiga do Brasil, foi homenageado com a medalha do mérito Simão Estácio da Silveira, a maior honraria dessa Câmara Municipal.

Recebeu das mãos do grão-mestre do Grande Oriente do Brasil no Maranhão a medalha José Guimarães Sousa, maior comenda da Maçonaria.

Foi agraciado com a Medalha Humanidade e Concórdia, ofertada pela Augusta e Respeitável Loja Simbólica Humanidade e Concórdia, nº 110. Loja Maçônica, fundada em 05 de maio de 1855. Loja Maçônica em funcionamento mais antiga no Maranhão.

Livros publicados

O Algodão no Mearim: É uma análise acerca do algodão pelo enfoque dos migrantes nordestinos que se instalaram nas cidades do vale rio Mearim, evidenciando-se o plantio e a comercialização do “ouro branco”.

O Parto da Insônia: Proporciona uma visão crítica, cômica e caótica do mundo em que vivemos. Põe o leitor a tirar suas conclusões acerca do mundo contemporâneo.

O Arquivista Acidental: Ao longo do livro, imagina o Autor o que podemos realizar e fazer, individualmente e/ou coletivamente, para que tudo isso termine e para que não se repita. O mundo encontra-se repleto de bons intencionados, porém, os resultados são deploráveis: se não somos capazes de tornar mais amena a vida na sociedade de que fazemos parte, o que estamos fazendo aqui?

Algodão: Ouro Branco (Tempo e Espaço): Representa o esforço do autor para registrar historicamente a cotonicultura como uma atividade econômica que foi capaz de forjar uma identidade diferenciada para a cidade de São Luís

A Fuga do Perfume: O existir não é difícil de ser visto. Ele está em qualquer circunstância da vida, basta irmos ao seu encontro. Mesmo estando na escuridão do óbvio, a sabedoria humana fulmina seus segredos. Com este título, Antonio Guimarães de Oliveira faz a sua viagem para um mundo de indagações, numa clarividência bem explícita da vida.

Estação Ecológica “Sitio do Rangedor”: uma proposta Educacional. Livro que explica como utilizar racionalmente o Sitio do Rangedor, visando práticas ambientais inclusivas.

São Luís: Memória e Tempo: Livro que reconta a história dos 400 anos da cidade e suas transformações por meio de bilhetes tipográficos, bilhetes postais, cartões postais, cartões fotográficos e álbuns de lembranças, em 8.500 imagens de diferentes locais. O livro tem registros importantes de grandes desenhistas e gravuristas. É considerado tão importante quanto outros quatros álbuns fotográficos da cidade: o da Tipografia Teixeira (1899), o álbum de Gaudêncio Cunha (1908), o de Godofredo Viana (1923) e o de Miécio Jorge (1950)”.

São Luís em Cartões Postais e Álbuns de Lembranças: Muitas foram as transformações de São Luís. Neste livro, o Autor faz uma viagem pelo acervo de grandes colecionadores e fatos ocorridos em São Luís. São imagens do tempo em que reinavam os bondes tracionados por animais, barcos, bailes familiares, surgimento do Tirirical, aviões plainando na Baía de São Marcos, lojas, tecelagens, cinemas, palácio e etc.

Pregoeiros & Casarões: Documenta o palco ludovicense do início do século XX, através dos gritos de pregoeiros vendendo diversidades – bugigangas, subindo e descendo as ladeiras ladeadas por sobrados e casarões desta amada São Luís.

Becos & Telhados: Livro que representa a contínua e recorrente viagem do autor ao passado de São Luís, através dos seus logradouros e edifícios históricos, que assim ajudam a contar a história por meio da sua iconografia fotográfica, produzida ao longo dos séculos XIX e XX, a partir da lente e olhar do fotógrafo de “plantão” da época, como um Gaudêncio Cunha, um Manassés, um Amorim, um Dreyfus Azoubel, um Clodomir Pantoja, um José Mendonça, um Ribamar Alves, um Chico Foto Flash, um Fernando Sah, um Foto Nômade, mas também, por anônimos e amadores. Este livro vem trazendo também, novas fotos e cartões postais ainda não mostrados, das ruas, becos, travessas, largos e avenidas, sempre destacando a duplicidade ou multiplicidade dos nomes das tradicionais e históricas artérias de São Luís do Maranhão.

Livros a publicar

A Luz, O homem, Gurupi e sua aldeia, Insurreição no arquivo, Adagas & punhais, Sobrados & palacetes, Sítios & chácaras, Rapazinhos & capitães, Extermínios & dois, O físico e o general, Pedreiros & faiscadores, Solidão & cárcere, Raiz & prefácio, Mariposas & rufiões, O senhor da razão, Estações & trens, Última pedra, Babilônia & Sião, Massada & Álamo, Chão descoberto, Sociedade de ombros vencidos, Tribos & aldeias, Gaiolas nos dedos, Os setes rosados do Apocalipse.

Academias

Membro efetivo das Academias Poética Brasileira e Maranhense Maçônica de Letras, em ambas patroneado pelo escritor e músico João Batista Lopes Bogéa.

Pertence à AMEI - Associação Maranhense de Escritores Independentes, associação que surgiu da vontade de vários escritores independentes maranhenses, sempre com o espirito de renovo da Athenas Brasileira.

Ocupa a cadeira nº 09 do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão-IHGM, como sócio efetivo, que tem como patrono o Historiador Bernardo Pereira de Berredo e Castro.

Artigos publicados

Publicou inúmeros artigos nos jornais Tribuna do Nordeste, Jornal Pequeno, Folha do Maranhão e Gazeta do Povo. Além dos mencionados trabalhos, desenvolve pesquisas sobre a história do Brasil e do Maranhão.

 

LIVROS PUBLICADOS

 

Algodão no Mearim, O Parto da Insônia, O Arquivista Acidental, Algodão: Ouro Branco (Tempo e Espaço), A Fuga do Perfume, Estação Ecológica “Sitio do Rangedor”: uma proposta Educacional, São Luís: Memória e Tempo, São Luís em Cartões Postais e Álbuns de Lembranças e o último lançamento.

 

 

Livraria e Espaço Cultural AMEI - São Luís Shopping: (98) 3251 3744

Presidente: (98) 9 9612 2384 (WhatsApp)

1ª Secretária: (98) 9 8283 2560 (WhatsApp)

Email: amei.osfl@gmail.com

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

© 2020 AMEI.