Vilton Soares 

Recifense de nascimento e ludovicense de coração, Vilton Soares vive a capital maranhense como professor de Português e Francês. Apaixonado por línguas e literaturas, lidera um grupo de pesquisa intitulado "Ensino-aprendizagem de línguas e literaturas nos Institutos Federais - Eallif IFMA/CNPq" com o objetivo de melhor integrar os componentes curriculares de humanidades na formação técnica e tecnológica. 

 

Sua paixão pela profissão está manifesta nas suas publicações.  Em 2016 publica a obra Olhares Cruzados: O Centro Histórico de São Luís, em 2017 colabora nas obras O Programa Ciência sem Fronteiras em avaliação (Editora Pontes) e em O FOS e o FOU no Nordeste do Brasil: Quais expectativas? (Editora UFPE) e, atualmente, prepara um livro sobre a Perspectiva Dialógica no ensino-aprendizagem de línguas para 2021. Lança-se na escrita de contos e crônicas  ...  

 

É doutor em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem (PUC SP, 2019) e interessa-se por temas ligados às línguas-culturas (português e francês, particularmente), às relações Sul-Sul, às literaturas de expressão portuguesa e francesa, dentre outros. 

 

OBRAS DO AUTOR

 

 

Sinopse:

"A obra Olhares Cruzados:

O Centro Histórico de São Luís"

A obra Olhares Cruzados: O Centro Histórico de São Luís tem como objeto de pesquisa a percepção desse Patrimônio Histórico da Humanidade (UNESCO, 1997) por moradores, turistas e gestores. O uso de mapas mentais como ferramenta de pesquisa científica e a cobertura patrimonial da arquitetura histórica são pontos fortes da obra. Um convite à reflexão de caminhos metodológicos capazes de dar conta de leituras que valorizem a complexa tessitura da paisagem.

 

 

 

Sinopse:

"Acaso"

Acordei sobressaltado. Zumbidos trouxeram-me à realidade aflitiva do embargo das nossas vidas ... um olhar seletivo procura as atualizações das redes sociais, evitando tragédias, tão frequentes ultimamente.

O desejo (in)controlado de não-ver antecipou o número de mortos pela COVID-19 no Brasil: 42.802 mortos e 851.321 casos confirmados e, imediatamente, pensei no que nos liga uns aos outros. As subjetividades que a visita daquele marimbondo, ou caba para os amazônicos, me trazia ... Acordar-me


às 6h30, isto é, na madrugada de um domingo e naquele zum-zum-zum, foi
providencial. Ocorreu-me fotografá-lo e ao ouvi-lo, ouvi-me ...

Livraria e Espaço Cultural AMEI - São Luís Shopping: (98) 3251 3744

Presidente: (98) 9 9612 2384 (WhatsApp)

1ª Secretária: (98) 9 8283 2560 (WhatsApp)

Email: amei.osfl@gmail.com

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

© 2020 AMEI.