Giordano Mochel

Giordano-Mochel_edited.jpg

Giordano Mochel Netto é bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), advogado e especialista em administração pública. 

Atualmente, trabalha como auditor de Controle Externo no Tribunal de Contas do Estado, além de dar consultorias na área de transporte público.

OBRAS DO AUTOR:

2019-06-29_074347-5.jpg

Sinopse:

"Condão"

 

A obra de ficção científica “Condão” diferencia-se pela abordagem político-técnica de um futuro onde o controle da informação tornou-se o meio de direcionamento da sociedade. Apesar de, aparentemente, usar o mesmo tema de “Admirável Mundo Novo” (Huxley) e “1984” (Orwell), ou até de “Não Verás País Nenhum” (Brandão), as semelhanças morrem na macro abordagem da ideia.

Condão é um thriller quase ininterrupto de aventuras em sequência, protagonizadas por personagens característicos e interessantes, sem descuido com a continuidade. Além disso, procurou-se esmiuçar, através de pesquisas e do conhecimento do autor, todo o arcabouço científico necessário para dar credibilidade à obra, evitando-se devaneios inverossímeis.

Verifica-se esta tendência em várias obras recentes, como “Jogador Número 1” (Cline), “Inferno”, “Código Da Vinci” (Brown), dentre outras, já não bastando entreter o leitor, sendo necessário também dar-lhe subsídios para crer na possibilidade futura ou presente dos fatos narrados.

Edwardo é um jovem programador virtual do Instituto Tecnológico do Rio de Janeiro e tem uma vida totalmente organizada e estabilizada na sociedade ultratecnológica. Suas poucas preocupações se resumem ao trabalho, ao relacionamento apaixonado com a namorada Sílvia, biogeneticista, e à amizade antiga e franca com Jânio, professor de História Moderna e especialista na Teoria do Condão.

 

No entanto, sua vida dará uma enorme guinada quando, involuntariamente, presencia o assassinato de 2 jovens por drones responsáveis pela segurança pública. Não era para estar lá. Em uma fuga alucinada, onde sua vida mantém-se permanentemente em risco, Ed arrasta Jan e Sílvia em uma busca incessante pela explicação dos assassinatos através de diversas regiões do Brasil.

O trio descobre que esta verdade envolve vários fatos obscuros que levaram a sociedade ao atual nível de desenvolvimento, uma revelação estarrecedora.

Sem título.png

Sinopse:

"Condão Rébellion"

O que leva uma sociedade a optar pela tirania? A ameaça pode ser tão presente e forte ao ponto de fazer com que o povo abdique de um princípio fundamental como a liberdade? E quanto dessa ameaça pode ser intencionalmente produzida pelo seu próprio governo?

 

Sob a mesma visão, quanto uma democracia libertária consegue evoluir até que os dogmas e medos presentes em segmentos representativos da sociedade forcem esses mesmos grupos a se rebelar e lutar contra o sonho inicial?

 

Cem anos após o dia da catarse, que quase representou o fim da civilização, o planeta se encontra dividido entre uma ditadura de humanos geneticamente superiores e a democracia híbrida de máquinas e homens originais. Enquanto a tensão cresce após a última grande guerra, dois idealistas em lados opostos lutam, cada um a sua forma, pelo fim do conflito.

Um androide militar, resquício do antigo governo e participante das Guerras Drônicas, investiga a genética humana artificial para descobrir como evoluir os sapiens sem os riscos do aperfeiçoamento manipulado.

Uma jovem rebelde de quinze anos e seu grupo adolescente lutam infiltrados contra a ditadura na terra dominada pelos homens superiores, mas tudo rui quando são presos pelas forças do governo tirano.

Em meio a tudo isso o tempo parece curto até que uma guerra mundial estoure num conflito de violentas convicções políticas em um novo cenário onde cada indivíduo terá que optar por um lado.